• Diego Schmitz

As parcelas do seu financiamento estão atrasadas? Saiba como funciona a busca e apreensão de veículo

Atualizado: 7 de jun.


Os automóveis são bens de consumo essências na vida de diversas pessoas. Muitos necessitam recorrer a financiamentos para adquirir um veículo, ocasião em que o automóvel fica em garantia ao Banco para responder por eventual inadimplência do contrato.


Dessa forma, caso as parcelas do financiamento não venham a ser pagas no seu vencimento o Banco notificará o devedor para pagar as parcelas em aberto, no prazo de 48 h ou conforme contrato. Não havendo o pagamento no prazo fixado o Banco irá requerer judicialmente a Busca e Apreensão do automóvel para quitação do débito.


Atenção: é importante o consumidor ter em mente que a busca e apreensão é algo sério, que precisa ser analisado com cautela. Muitas empresas "vendem" ao consumidor promessas milagrosas que colocam em risco seu financiamento podendo piorar ainda mais sua situação.


Quantas parcelas pode atrasar?


Não paga uma única parcela na data do vencimento o banco já pode notificar o devedor para depois ingressar com a ação de busca e apreensão. Em alguns casos por tolerância o Banco aguarda um tempo maior.


O que pode ser feito?


Você que está passando por essa situação deve ficar atento ao recebimento das notificações e buscar o auxílio de um advogado especializado o mais breve possível para analisar seu contrato e adotar os meios legais cabíveis para se defender no processo. Em algumas hipóteses é possível a revisão dos juros (já escrevi sobre isso aqui no site, se você não leu clique aqui) do contrato para buscar a devolução do automóvel e indenização por danos morais a depender do caso. Nosso escritório diligência para buscar a melhor solução para o consumidor em um menor tempo possível.


Conhece alguém nessa situação? Compartilhe esse conteúdo com alguém que precisa saber disso nas redes sociais e deixe seu comentário abaixo. Se você ficou com alguma dúvida do conteúdo entre em contato para saber mais. Através do relato de seu caso, preenchendo o formulário do site ou pelo WhatsApp retornaremos seu contato, será um prazer atendê-lo.



Por Diego Schmitz. Advogado inscrito na OAB/SC nº 47.266. Especialista em Direito e Negócios Imobiliários pela faculdade Cesusc. Atuante no direito civil, com ênfase no mercado imobiliário.

67 visualizações0 comentário
Contate-nos

Obrigado pelo envio!